“Depois De Um Ano Passa…” Mentira, Passa Nada!!!

Não tenho muita certeza se contei isso aqui no blog, mas acho que sim! Claro que não consigo me lembrar de tudo que já bloguei, mas me esforço… Bem, do que estou falando? Desde que cheguei aqui, ia conversando com as pessoas e elas sempre me diziam, em sua maioria, que depois de um ano as coisas melhoram, que a gente se acostuma e começa a ter uma vida diferente, se sentindo “em casa”… Especialmente os brasileiros, que sempre quiseram me animar e destacar as vantagens e (des???) vantagens de viver fora do Brasil… Digo vantagens e vantagens porque é assim mesmo que soa aos meus ouvidos:” viver aqui é tudo de bom”!

Longe de mim ser uma pessoa ingrata, cega ou até mesmo mal agradecida, em relação à tudo que a vida tem me proporcionado (quem lê meu blog sabe o quanto falo bem de tudo por aqui, até mais que deveria, eu acho…), mas a verdade é uma só: NÃO PASSA! Estou comemorando (será mesmo?) um ano e meio de Austrália! Moro numa casa legal (beeeemmm legal, acredite!), num bairro lindo (coisa de filme), numa cidade maravilhosa (nada à ver com o Rio de Janeiro, mas maravilhosa) e quando as pessoas leêm, ou ouvem isso, ou sabem disso de alguma forma, sempre imaginam um verdadeiro paraíso na Terra!

Estou cansada de receber recados, emails, comentários, de gente achando que viver aqui é o melhor que se pode ter no mundo, uma vida de “glamour” como brincam alguns ou de viagens, como perguntam outros, ainda hoje: “E a viagem, como está?” Que viagem, meu Deus do Céu??????? Não estou fazendo turismo, gente; tenho vida real como todo mundo! Tenho que lavar, passar, cozinhar, trabalhar, fazer dieta e exercícios, como todas as pessoas normais! E ainda tenho que fazer tudo isso em Inglês, tentando entender e me fazer entender diariamente, tentando ter certeza de que estou dizendo (e ouvindo) a coisa certa até prá comprar uma coisa besta no supermercado!

E o pior de tudo isso: temos que conviver com essa saudade insuportável, essa coisa apertada na garganta cada vez que a gente vê uma foto no orkut, cada vez que recebe uma carta ou email de alguém que você ama, cada vez que fica sabendo de um problema que você sequer poderia resolver se estivesse lá perto, mas poderia abraçar as pessoas e dizer o quanto se importa, mesmo não podendo fazer absolutamente  nada! Não passa… Definitivamente, não passa… A vontade de estar perto à cada aniversário de uma pessoa importante prá você, em dias de festas especiais ou feriados, em ocasiões que você realmente sente um buraco dentro do peito, um rombo no estômago, um sentimento quase incontrolável que faz você repensar no porquê de estar tão longe… sabe uma sensação de pensar “eu quero voltar prá casa???”

Não quero desanimar ninguém que está vindo prá morar, nem estudar, ou o que seja; apenas gostaria que as pessoas soubessem como muitos de nós nos sentimos longe da família, dos amigos, da nossa vida! E dizer àqueles que, como eu, estavam esperando “passar”, que a gente se acostuma sim, que a vida continua sim, que as coisas acontecem sim, mas é preciso saber viver com a falta de coisas e pessoas insubstituíveis na vida da gente… Têm dias que a deprê chega forte, que o choro fica insistindo em saltar de dentro da gente e que a TPM piora anos-luz! Hahahahaha! E aprender à conviver (e controlar!) isso tudo é que é o VERDADEIRO DESAFIO de morar no exterior… Sem dúvida alguma, quando eu for embora daqui, a maior conquista não terá sido um super Inglês, um curso legal, uma posição melhor ou um salário gigante… Terá sido, sem nenhuma dúvida, um caráter menos frágil  e um domínio próprio mais crescidinho, sem achar que o mundo roda porque estou nele! E viva o crescimento interior!!!

 

Alagamentos Em São Paulo? Não, Em Melbourne!

Choveu em Melbourne! E como choveu! Mais do que NUNCA tinha presenciado por aqui… E foi assustador! Primeiro porque a gente ficou observando aquela nuvem preta gigantesca se aproximando muito rapidamente sem poder fazer nada; segundo porque ela deixou pontos de alagamento em toda a cidade…

Não é novidade para ninguém (e eu mesma já bloguei sobre isso!), que morar na Austrália é uma aventura com relação ao tempo, à natureza e às mudanças comuns à ela. Tudo aqui é MUITO intenso! Já tivemos terremotos, incêndios homéricos, calor de 47 graus e agora tromba d’água! Em praticamente meia hora, choveu mais do que eu jamais tinha visto em minha vida! E muito, mas muito granizo também! A sensação era de que a nossa casa ia desabar…

As fotos falam mais do que minha descrição! E tem também um vídeo no Youtube, mostrando um pedaço de nosso bairro e nossa casa! Vale à pena conferir, especialmente aqueles que acham a nossa vida A MELHOR COISA desse mundo! Problemas a gente tem em todo lugar, até mesmo na Terra de Oz!

A "chuvinha" chegando...
Caos em Melbourne
Yarra River na hora da chuva
Entrada do meu bairro!
Rua de casa, vista da minha varanda!
Garagem de casa... Uhuuuuu! Dá-lhe LAMA!!!

Dia Solene Na Austrália: Já Faz Um Ano!!!

Exatamente há um ano atrás, o Estado de Victória sofreu com os piores incêndios da história do País! Devastadores, cruéis e inesquecíveis, para todos que acompanharam, sofreram junto, contribuíram financeiramente ou de alguma outra forma… Um momento marcante para o povo australiano, que se une de maneira indescritível na hora da necessidade… Quer ler mais sobre isso????  Dá uma passadinha no blog da Brenda, porque o artigo dela sobre esse dia ficou perfeito!

Se quiser saber sobre o fato no ano passado, leia Fogo Em Melbourne, Incêndios Na Austrália e Melbourne E O Fogo.

Hoje meus sentimentos se unem aos sentimentos de TODAS as famílias das vítimas e de cada australiano, porque tenho aprendido a amar e a respeitar mais a cada dia esse povo, esse País (que hoje é MEU LAR!) e sua história maravilhosa! Sinto muito por tudo isso e meu coração silencia em alguns instantes para relembrar…

Orgulho Brasileiro Em Melbourne!

Participando da História… Assim que eu me sinto hoje! Da História do Tênis, da História do Brasil, da História do Tiago Fernandes no Australian Open 2010! Vencedor do GRAND SLAM JÚNIOR!!! Pela primeira vez, o Brasil tem um campeão juvenil de simples em um Grand Slam. Por 7/5 e 6/3, Tiago Fernandes superou o australiano Sean Berman e conquistou, neste sábado, o título do Australian Open até 18 anos.

Nem o próprio Gustavo Kuerten conquistou esse título e considerados os torneios adultos, Tiago é o quarto brasileiro campeão de um Grand Slam, se juntando a Maria Esther Bueno (19 títulos), Gustavo Kuerten (três títulos em Roland Garros – 1997, 2000 e 2001) e Thomaz Koch (campeão de duplas mistas em Roland Garros – 1975).

Tivemos o prazer de vê-lo jogando e pudemos torcer, gritar, sacudir a bandeira e sentir ORGULHO de ser brasileiro! Momentos como esses me fazem sentir que estar aqui faz parte de um tempo grandioso de minha vida, inesquecível e incomparável! E espero ainda ter o privilégio de vê-lo diversas outras vezes por aqui, jogando, ganhando, escrevendo mais História para o Tênis e a alegria do povo brasileiro!

PARABÉNS, TIAGO!!! A COMUNIDADE BRASILEIRA EM MELBOURNE HOJE TEM MUITOS MOTIVOS PRÁ COMEMORAR E SENTIR ORGULHO POR SUA VITÓRIA!

E a gente aproveita prá agradecer à todos os brasileiros que nos deram a alegria de torcer pelo Brasil e sentir um pouquinho mais do gosto de fazer parte desse povo tão especial, mesmo vivendo tão longe do nosso país tão querido! VAAAAAIIIIIIII BRASIIIIIIIILLLLLLL!!!!

A "pequena" (mas BARULHENTA) torcida brasileira, com Tiago (à esquerda) e Bruno (à direita).

 

Nós e o Marcelo Melo!

 

Torcendo pelo André Sá!!!

DIA DO AMIGO! Feliz Dia prá você, MEU AMIGO!

“Um jovem recém casado estava sentado num sofá num dia quente e úmido, bebericando chá gelado durante uma visita ao seu pai. Ao conversarem sobre a vida, o casamento, as responsabilidades da vida, as obrigações da pessoa adulta, o pai remexia pensativamente os cubos de gelo no seu copo e lançou um olhar claro e sóbrio para seu filho.

 – Nunca esqueça de seus amigos – aconselhou. Serão mais importantes na medida em que você envelhecer. Independentemente do quanto você ame sua família, os filhos que porventura venham a ter, você sempre precisará de amigos. Lembre-se de ocasionalmente ir a lugares com eles ; faça coisas com eles; telefone para eles….

 -Que estranho conselho – pensou o jovem. Acabo de ingressar no mundo dos casados. Sou adulto. Com certeza minha esposa e a família que iniciaremos serão tudo que necessito para dar sentido à minha vida!

 Contudo, ele obedeceu ao pai.. Manteve contato com seus amigos e anualmente aumentava o número de amigos. Na medida em que os anos se passavam, ele foi compreendendo que seu pai sabia do que falava. Na medida em que o tempo e a natureza realizam suas mudanças e mistérios sobre um homem, amigos são baluartes de sua vida. Passados mais de 50 anos, eis o que aprendi:

O Tempo passa.

A vida acontece.

A distância separa.

As crianças crescem.

Os empregos vão e vêem.

O amor fica mais frouxo.

As pessoas não fazem o que deveriam fazer.

O coração se rompe.

Os pais morrem.

Os colegas esquecem os favores.

As carreiras terminam.

MAS… os verdadeiros amigos estão lá, não importa quanto tempo e quantos quilômetros estão entre vocês.

Um amigo nunca está mais distante do que o alcance de uma necessidade, torcendo por você, intervindo em seu favor e esperando você de braços abertos, abençoando sua vida!

Quando iniciamos esta aventura chamada vida, não sabíamos das incríveis alegrias ou tristezas que estavam adiante. Nem sabíamos o quanto precisaríamos uns dos outros.”

Desconheço o autor… Se alguém souber, por favor, me diga!

Prá vocês, meus amigos queridos espalhados pelo mundo, mas que SABEM que podem ser chamados MEUS AMIGOS!

maravilhosa

Presidente Lula Está Em Alta!

Como não podia deixar de ser, eu me sinto orgulhosa sim! Tenho orgulho de ser brasileira sempre, mas especialmente em situações que realmente valem à pena! Como nesse vídeo aí embaixo, quando Barack Obama elogia Lula para o Primeiro Ministro da Austrália, Kevin Rudd! Essa situação aconteceu por ocasião da última reunião do G-20, no dia 2 desse mês, em Londres! E, na minha humilde opinião, um elogio como esse, de Obama,  não é brincadeira, não! E hoje, ao ler as notícias, como sempre, me deparei com a pesquisa abaixo, que me alegrou de novo e mais uma vez. Segue o que li, na íntegra, com todos os créditos devidos ao YAHOO! BRASIL NOTÍCIAS!

“Lula é o presidente mais popular das Américas, afirma pesquisa

Ter, 14 Abr, 04h58

México, 14 abr (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece em primeiro lugar na lista de líderes com melhor aprovação da América, com 70% de popularidade, de acordo com um estudo publicado hoje na internet pela empresa mexicana Consulta Mitofsky.

O relatório, correspondente a abril, indica que pouco atrás de Lula está o governante colombiano, Álvaro Uribe, com 69%, seguido pelo mexicano Felipe Calderón, com 68%, e pelo salvadorenho Elías Antonio Saca, com 66%.

Em um segundo bloco aparecem os presidentes de Estados Unidos, Barack Obama, com 61%; Equador, Rafael Correa, e Paraguai, Fernando Lugo, com 60%; Chile, Michelle Bachelet, com 59%; e Bolívia, Evo Morales, com 58%.

Pouco atrás estão o governante uruguaio, Tabaré Vázquez, com 53%; o costarriquenho Óscar Arias, com 49%; o panamenho Martín Torrijos, com 48%; o guatemalteco Álvaro Colom, com 45%; o dominicano Leonel Fernández e o nicaraguense Daniel Ortega, com 48%; e o peruano Alan García, com 34%.

No fim da lista estão a argentina Cristina Fernández de Kirchner, com 29%, e o hondurenho Manuel Zelaya, com 25%.

A Consulta Mitofsky destacou que a aprovação média dos presidentes americanos em março foi de 52%, só superada pelos resultados de janeiro e maio de 2007, que alcançaram 53% e 54%, respectivamente.

No estudo anterior, divulgado em janeiro, Lula, Uribe e Correa dividiam o primeiro lugar, com 70% de aprovação. EFE”

 

Bem, ao que tudo indica, parece-me que Obama sabe do que está falando, não é???

 

Os Dois Dias…

Recebi esse texto de uma pessoa muito querida… Vale a pena ler e pensar… Pensar e reler!

Há dois dias em todas as semanas com os quais não deveríamos nos preocupar; dois dias que deveriam ser mantidos livres do medo e da apreensão.  Um destes dias é o ONTEM, com seus erros e ansiedades, suas falhas e bobagens, dores e sofrimentos. O ONTEM passou para sempre, está além do seu controle. Todo o dinheiro do mundo não pode trazer de volta o ONTEM. Não podemos desfazer um único ato que fizemos, não podemos apagar uma única palavra que dissemos. O ONTEM se foi… Outro dia com o qual não deveríamos nos preocupar é o AMANHÃ, com suas possíveis adversidades, suas cargas, suas grandes promessas e pobre desempenho. AMANHÃ está além do nosso controle imediato, o sol do AMANHÃ irá se levantar ou em esplendor ou por detrás de uma máscara de nuvens, mas se levantará, e até que ele o faça, não temos nenhuma garantia do AMANHÃ, pois ele ainda não nasceu. Isso deixa apenas um dia, o HOJE. Qualquer homem pode lutar as batalhas de apenas um dia! É só quando adicionamos as cargas daquelas duas assombrosas eternidades: o ONTEM e o AMANHÃ, que sucumbimos. Não é a experiência do HOJE que enlouquece alguém, é o remorso ou a amargura por algo que aconteceu ONTEM e o receio do que o AMANHÃ poderá trazer… Portanto vivamos não mais que um dia por vez! Somente por HOJE serei feliz! Somente por HOJE serei agradável! Somente por HOJE falarei baixo, agirei polidamente! Não criticarei ninguém, não acharei erros em nada e nem tentarei melhorar alguém antes de melhorar a mim mesmo! Somente por hoje terei um momento em silêncio, sozinho, relaxarei e conversarei com AQUELE que está a brilhar lá em cima… ONTEM é história, AMANHÃ é um mistério, mas o HOJE é uma dádiva, por isso é chamado… PRESENTE…”