Cartas E Cartoes Pelo Correio! A-M-O!

Já tem um tempo que abro minha caixinha de correio (linda e simpática, por sinal!), esperando uma surpresa! SOU APAIXONADA, PERDIDAMENTE, por papéis de cartas, envelopes e canetas coloridas… Nao acompanho esse arsenal internáutico e tecnológico com alegria! A sensação de saber que a pessoa distante pegou o papel, sentou-se, pensou em mim, no que sente por mim, e escreveu, me emociona! Depois, estarei pegando no mesmíssimo papel que ela pegou… UAU! Fora o trabalho de ir ao Correio, pagar (pouco, mas pagou!), voltar pra casa, faz a carta ter um significado tão carinhoso! Perdoe-me todo mundo que acha  email a coisa mais fantástica do mundo! RESPEITO, é claro! Mas vocês não imaginam minha alegria ao receber minha PRIMEIRA CORRESPONDÊNCIA que não foi uma conta pra pagar ou propaganda de lojas! FOI UM CARTÃO DE NATAL, de uma amiga que estudou comigo na infância e hoje mora com a família na Suíça! NARA, obrigada, minha querida!!! Voce nao pode imaginar o quanto me fez bem! Ou pode?????  Sei que a era da Tecnologia nos permite tantas coisas maravilhosas! Mas amo papel, LIVROS, cartas, recados, bilhetes… Tenho uma caixa que eh um dos meus tesouros pessoais, desde a infancia, cheinha de cartoes, cartas e bilhetinhos… Guardo cadernos de recordacoes, lembram-se? Aqueles que passavam de mao em mao e todos deixavam um recado pra gente! NOSSA! AMO! Hoje temos Orkuts, My Spaces, Facebooks, e toda essa tralha que nos une em torno de uma maquina!  Mas NADA substitui a boa e velha caneta, o carinho e tempo investidos numa carta de proprio punho… De verdade, peco a Deus que isso nunca acabe, mesmo com a alta tecnologia dos dias de hoje… Detesto ateh mesmo livros virtuais… Gosto do OBJETO LIVRO, do prazer de toca-lo, senti-lo, admira-lo… Bem, jah sabem como me encantar agora, nao???? Artigos de papelaria sao sempre meu maior alvo de consumo! Ah! E tambem amo as fotos REVELADAS! Porta retratos, albuns comentados, “scraapbookings” (albuns personalizados)… Sorry, amantes da era digital… Essa sou eu!!!!

dsc02600

Ela nao eh mesmo simpatica, mesmo faltando um L? Rsrsrs!

dsc02604

Guardado pra sempre, na caixa de cartas e no CORACAO!

dsc02603

Obrigada amiga! Aqueceu meu coracao…

Saudade De Meus Amigos ESTRELA!!!

 

ESTRELAS E COMETAS

Há pessoas estrelas…Há pessoas cometas.
Os cometas passam. 
Apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam.
As estrelas permanecem.
Os cometas desaparecem.

Há muita gente cometa.
Passam pela vida da gente apenas por instantes. 
Gente que não prende ninguém e a ninguém se prende.
Gente sem amigos.
Gente que passa pela vida sem iluminar, sem aquecer,
sem marcar presença.
Há muita gente cometa.
Assim são muitos e muitos artistas.
Brilham apenas por instantes nos palcos da vida.
E com a mesma rapidez com que aparecem, também desaparecem.
Assim são muitos reis e rainhas de todos os tipos.
Reis de nações, rainhas de clubes ou concurso de beleza.
Assim rapazes e moças que se enamoram e
se deixam com a maior facilidade.
Assim são pessoas que
vivem numa mesma família e que passam
pelo outro sem serem presença.

Importante é ser estrela. Estar presente.
Marcar presença. Estar junto.
Ser luz. Ser calor. Ser vida.

Amigo é estrela.
Podem passar os anos, podem surgir distâncias,
mas a marca fica no coração.
Coração que não quer enamorar-se de cometas
que apenas atraem olhares passageiros.

E muitos são cometas por um momento.
Passam, a gente bate palma e desaparecem.

Ser cometa é não ser amigo.
É ser companheiro por instantes.
É explorar sentimentos.
É ser aproveitador das pessoas e das situações.
É fazer acreditar e desacreditar ao mesmo tempo.
A solidão de muitas pessoas é conseqüência de
 que não podem contar com ninguém.
A solidão é resultado de uma vida cometa.
Ninguém fica. Todos passam.
E a gente também passa pelos outros.

Há necessidade de criar um mundo de estrelas.
Todos os dias poder vê-las e senti-las.
Todos os dias poder contar com elas.
Todos os dias ver sua luz e calor.

Assim são os amigos.
Estrelas na vida da gente.
Pode-se contar com eles.
Eles são uma presença.
São aragem nos momentos de tensão.
São luz nos momentos escuros.
São pão nos momentos de fraqueza.
São segurança nos momentos de desânimo.

Olhando os cometas é bom não sentir-se como eles.
Nem desejar prender-se em sua cauda.

Olhando os cometas é bom sentir-se estrela.
Marcar presença.
Ter vivido e construído uma história pessoal.
Ter sido luz para muitos amigos.
Ter sido calor para muitos amigos.
Ter sido calor para muitos corações.

Ser estrela neste mundo passageiro,
neste mundo cheio de pessoas cometas,
é um desafio, mas acima de tudo,
uma recompensa.
É nascer e ter vivido e não apenas existido.”

 

 

 

Faltam 12 dias! O quê? Só isso???

Essa noite tive muita dificuldade pra dormir! Fiquei pensando em todas as coisas que preciso fazer, pessoas com quem preciso falar, visitar, abraçar, antes de ir embora… Coisas a vender ainda, uma “semi-mudança” pra preparar (digo “semi” porque, na verdade, poucas coisas vão conosco: apenas livros, cd’s, dvd’s, objetos pessoais) e o tempo não pára de correr! Dias estranhos, esses últimos… A gente tem que correr tanto, mas gostaria de ficar quieto, num canto, pensando em tudo… Bate uma melancolia que não tem lugar pra estar, que não pode tomar meu tempo nem minha energia! Tenho vários amigos morando fora, no exterior, que passaram pelas mesmas coisas, mesmas situações, mesmas dúvidas e ansiedades… e o mais interessante é que essas pessoas ficaram muito próximas, mesmo que via internet, e têm me ajudado muito com seu carinho, conselhos, dicas e palavras precisas, nas horas perfeitas! Obrigada, queridos! Posso afirmar que chega um determinado momento que a coisa que a gente mais quer é chegar logo, se instalar logo, voltar a vida normal logo! Por incrível que possa parecer, quero minha vida de volta, rotina de volta, trabalho, faculdade, horários bem definidos pra obrigações e lazer!!! E por falar em “logo”, já temos nossa primeira passagem de volta, de férias pro Brasil! Hahahaah! Nem fomos e já temos data de volta! Estaremos aqui depois do dia 02 de julho de 2009! See you…